Biografia

Biografia

Gênero: Rock

Localização: São Paulo, Brazil

Vitrola Sintética lança terceiro disco

Disco tem 11 canções inéditas e participações de Bárbara Eugênia, Maurício Pereira e Gustavo Ruiz

O Vitrola Sintética, formado por Felipe Antunes (voz e guitarra), Marcelo Bonin (bateria e sampler), Otávio Carvalho (baixo e programações) e Rodrigo Fuji (guitarra e piano), lança em 2015 seu terceiro disco, “SINTÉTICO”.

Gravado entre janeiro de 2014 e janeiro de 2015 no estúdio Submarino Fantástico, em São Paulo, o disco conta com a participação de Maurício Pereira (voz e saxofone em “Minha Garota”), Bárbara Eugênia (voz em “Inconsciente Inconsistente”), Gustavo Ruiz (guitarra e violão em “Minha Garota”), Gui Calzavara (trompete em “Duvido Não Depois”), Pedro Mibielli (cordas em “Faz um Tempo”, “Beijo de Rimbaud”, “Mergulhar” e “Inconsciente Inconsistente”), Fê Stok (slide em “Deus Te Ouça”), e André Molinero (teclado em “Beijo de Rimbaud” e “Duvido Não Depois”).

“SINTÉTICO” apresenta 11 canções inéditas, a maioria de natureza rock – como nos outros trabalhos da banda, Expassos (2013) e a estreia em disco, Notícias (2009) - mas cuja sonoridade aqui se expande com o uso de pianos, cordas e programações, fazendo a banda alcançar um sotaque próprio dentro do atual cenário da música brasileira. Há violência num rock direto de 2 minutos (“Etéreo”) e o requinte intimista de “Duvido Não Depois”, em convivência harmônica de timbres sintéticos e acústicos.

Destaque também para a poesia da banda, neste disco ainda mais madura e mais segura de sua mensagem. As letras – a maioria escritas por Felipe Antunes, embora o álbum conte também com criações de Otávio Carvalho (“Mergulhar”) e Felipe, Otávio, Rodrigo e Enzo Banzo, do Porcas Borboletas (“Não Vai Mudar”) - refletem sobre a eterna coabitação de dor e alegria que cada ser humano carrega em si, e nos sugerem, faixa a faixa, que a beleza está no movimento da busca por respostas, e talvez não na resposta em si.

Junto ao lançamento do disco, a banda está produzindo 4 clipes inspirados em músicas do álbum. Os vídeos serão lançados como uma série de 4 capítulos, que ao final se entrelaçam e contam uma mesma história. A banda é conhecida pelo cuidado e inventividade com a produção visual, como nos clipes “Prosa de um Silêncio” (2013, em plano sequência de 7 minutos), “Inconsciente Inconsistente” (2014, protagonizado pelos atores Cacá Toledo e Paula Possani) e até uma homenagem aos Paralamas do Sucesso (“Trinta Anos”, vídeo elogiado e divulgado pela própria banda carioca).

No show de “SINTÉTICO”, a banda repetirá a parceria com o coletivo DMV22, que já ocorrera na turnê de Expassos. Desta vez, porém, o coletivo de artemídia fará intervenções dentro do próprio palco. “A gente resolveu sair do lugar comum, que é a projeção chapada lá atrás, e trazê-la para dentro do palco”, conta o baixista Otávio Carvalho. “Vamos usar artifícios para que essa projeção venha junto com a gente, de uma maneira discreta, mas que possa às vezes aparecer e surpreender quem está assistindo”. Os caminhos do Vitrola e da arte visual também se encontraram durante a turnê que a banda realizou pela Argentina, em 2013. Nos shows em terras portenhas, a banda contou com as projeções criadas pelo artista local Lisandro Peralta.

“SINTÉTICO” será lançado em setembro de 2015 e disponibilizado para download no site da banda e no iTunes, além de estar nas principais plataformas digitais como Spotify, Deezer, Rdio e SoundCloud. Em outubro a banda inicia turnê de lançamento do álbum.

Discography

Top of page
requires your email address in exchange for this free download. Continue with this download?

OK Cancel

requires an email address in exchange for this free download. Please login or create an account. Once you are logged in, you can download as many tracks as you wish.

Sign up Log in Cancel